Setup Menus in Admin Panel

Quais as Preocupações e cuidados referentes a gravidez ectópica?

Gravidez ectópica é aquela que cresce fora do útero (ventre).  A gravidez não consegue se manter nestas situações e pode constituir um grave risco para a gestante. Após a confirmação da gravidez via teste de farmácia, ou Beta e exame de urina, é preciso se atentar para os sintomas abaixo:

•             Dor no abdômen inferior.

•             Sangramento vaginal.

•             Dor na ponta do ombro. Esta dor é causada por sangue que vaza para o abdome e é um sinal de que a condição está piorando.

•             Incômodos na barriga. Você pode ter diarreia, ou sentir dor na abertura de seus intestinos.

•             Dor abdominal grave/colapso. Se a trompa de Falópio estourar (rupturas) e provocar hemorragia interna, você pode desenvolver uma dor abdominal intensa ou você pode entrar em colapso. 

È importante realizar o exame de ultrassonografia. Com os sintomas acima citados é importante um ultrassom transvaginal, pois é mais preciso no diagnóstico de gravidez ectópica do que um ultrassom através da barriga pois ajuda a identificar a localização exata da gravidez. Porém é importante realizar o exame a partir das 7 semanas, pois antes disso, o exame pode não identificar a localização exata da gravidez.

Diante de uma possibilidade de gravidez ectópica inicial, antes de conseguir identificar no exame de ultrassom, é importante realizar um exame a cada 48 horas que mede o nível de hormônio da gravidez βhCG (gonadotrofina coriônica humana beta) para identificar  mudanças no nível deste hormônio o que ajuda no diagnostico porque, com uma gravidez no útero, o nível de hormônio aumenta em 63% a cada 48 horas (conhecido como o ‘tempo de duplicação’), enquanto que, com a gravidez ectópica, os níveis são geralmente mais baixos e sobem mais devagar ou ficam na mesma.

Karla Cerávolo – Organização De Umbiguinho a Umbigão

Photo by Kelly Sikkema on Unsplash

3 de agosto de 2020